Hospital da Posse

Violência e saúde pública na Baixada Fluminense

O drama da violência na Baixada Fluminense

A chacina ocorrida no último fim de semana em um bar de Belford Roxo evidencia, mas uma vez, a crise gravíssima de segurança pública que o estado do Rio de Janeiro vem vivendo e que se configura como o maior desafio do atual governador Wilson Witzel.


Além do drama terrível da perda de vidas humanas, o episódio traz à tona a situação insustentável da saúde pública na Baixada Fluminense, com impacto direto em Nova Iguaçu.
O Hospital da Posse recebeu, apenas nos dias 29 e 30 de junho, o inacreditável número de 15 vítimas de perfuração por armas de fogo, sendo dez delas pacientes de outros municípios.
Com um esforço sobre-humano, nossa equipe conseguiu se desdobrar entre os seis centros cirúrgicos do Hospital da Posse e salvar 14 das 15 vidas que estavam em risco.


É fato inquestionável que o Hospital da Posse vem operando acima de sua capacidade física e financeira.Ser praticamente o único responsável por uma região de 3 milhões de pessoas (que devem chegar a 4 milhões no novo censo) não é apenas insustentável, é cruel com o cidadão pagador de impostos.
É fundamental lembrar que cenas de pacientes em macas, cadeiras ou alocados em corredores chocam, como deveria ser, mas é a única alternativa a deixar estas mesmas pessoas sem atendimento, pelas calçadas.A equipe médica que atende sob essas condições deve ser tratada como heróis e não vilões de um sistema que precisa ser repensado com urgência.


O governador Wilson Witzel entendeu este drama e ajudou a  mitigar o problema, com aumento dos repasses do estado ao Hospital da Posse. Mas apenas isto não basta.
É preciso criar leitos de retaguarda, para pacientes estabilizados continuarem seus tratamentos em outras unidades, agilizar o sistema de regulação de cirurgias eletivas e conscientizar municípios vizinhos a Nova Iguaçu da necessidade de investimento em unidades próprias de saúde.


Toda a minha solidariedade às famílias das vítimas de mais um episódio que mancha com sangue a nossa trajetória na construção de uma sociedade melhor.Que Deus, em sua imensa sabedoria, possa lhes trazer o conforto necessário para superar este momento de dor profunda.E que os homens façam a sua parte para transformar o cenário dramático da segurança e saúde pública na Baixada Fluminense.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s